Projeto Adaptar

Linha do tempo Projeto Adaptar Frente ao cenário de mudanças, a adaptação aos eventos climáticos extremos é uma realidade, e compreender este cenário é uma necessidade. O Projeto Adaptar Brasil desenvolve atividades ligadas a eventos climáticos extremos ao longo da costa brasileira, empoderando as comunidades, construindo de forma participativa e coletiva tecnologias sociais que levem em conta a realidade cultural, social, ecológica e econômica local.

O Adaptar foi criado em 2007 e norteou a Conferência Ilhas Marinhas do Brasil, na qual foram definidas suas prioridades de ação. Essa iniciativa motivou a realização do projeto colaborativo Fortalecimento das Iniciativas Socioambientais de Fellows Ashoka na América Latina como uma necessidade diante do cenário de mudanças climáticas globais.

Em 2008, quando houve as grandes enchentes em Santa Catarina, a equipe do Adaptar esteve trabalhando junto às comunidades, atuando com reintegração socioambiental e percepção de risco em Balneário Camboriu, São Francisco do Sul, Itajaí, Penha, Porto Belo, Itapema e em Florianópolis, na Vila do Arvoredo e no Morro do Maciço da Cruz.

Em 2009 e 2010, foi a vez das comunidades de Ilha Grande, no Rio de Janeiro, e de Boipeba, na Bahia, conheceram as atividades do Adaptar.

Até 2012 o Adaptar realizará suas ações em áreas prioritárias na costa brasileira, como Fernando de Noronha, Ilha Bela, Ilha das Peças e Ilha de Santa Catarina

Atualmente o Adaptar recebe apoio do Instituto Bovespa e do Instituto HSBC Solidariedade e sua metodologia já foi apresentada em seminários nacionais e internacionais.

Desenvolvido por MDWeb